Diferenciais

carpenter2 aboutus icon1

Diferenciais

Os pontos fortes da MO ARTE são o atendimento diferenciado, a entrega de um produto totalmente personalizado, o cumprimento rigoroso de todos os prazos com os clientes.
O cliente é convidado a participar, com nossos profissionais, do desenvolvimento do seu móvel no local da fabricação. Valorizamos a transparência total na relação cliente, produto e processo dos trabalhos realizados.
A MO ARTE busca a excelência no atendimento ao cliente, na qualidade e durabilidade dos serviços e produtos, nas condições de trabalho dos seus funcionários e no cumprimento de prazos.
Todos os nossos profissionais, sejam eles da fábrica, da área de projetos ou da área administrativa, visitam feiras e fornecedores frequentemente para poderem conhecer o que há de novo no mercado de móveis. Sempre que possível participam de cursos e palestras do setor moveleiro e de áreas de interesses comuns. São colaboradores comprometidos e atentos às tendências de mercado.
Nossa área de projetos é totalmente informatizada, com designers, decoradora e projetistas especializados, criativos e experientes para darem um atendimento personalizado. Com certeza irão superar as suas necessidades. Além desta estrutura, temos parcerias com arquitetos, decoradores e designers e executamos projetos apresentados pelo cliente.
A MO ARTE MÓVEIS PERSONALIZADOS vem se solidificando cada vez mais com a credibilidade que a consagrou no mercado de Joinville e região. Os clientes são os maiores divulgadores da excelência de nosso trabalho e isso é fruto do que vem sendo desenvolvido desde 1987 com a aquisição de equipamentos de última geração e contratação e manutenção de profissionais experientes e treinados para executar os mais modernos tipos de acabamento.

Na fabricação de móveis personalizados é utilizado uma grande variedade de materiais de acordo com as características e especificações de cada móvel e ambiente.

O MDF (Medium Density Fibreboard) é um painel / chapa de média densidade produzido a partir da madeira de reflorestamento de pinus ou eucalipto. Vem revestido de fábrica de uma ou duas faces com laminado melamínico de baixa pressão (BP). Possui grande resistência, homogeneidade e estabilidade, permitindo que as superfícies e bordas sejam usinadas e acabadas de várias formas. Material permite uma ótima qualidade nos acabamentos que podem ser lisos ou texturizados em padrões madeirados, unicolores ou ainda com estampas diferenciadas. Tem durabilidade maior contra cupins, umidade, torções, calor e montagem/desmontagem. A chapa de MDF mede cerca de 280cmX180cm e está disponível em 3mm, 6mm, 9mm, 15mm, 18mm, 20mm, 30mm e 35mm de espessura. A MO ARTE utiliza exclusivamente as de 18mm ou maiores.
A fórmica é um laminado melamínico de alta pressão com múltiplas camadas, sendo que a base é papel kraft e a cobertura é normalmente um papel decorativo. As camadas são impregnadas com resina melamínica prensadas num processo de alta pressão (AP). O que confere uma resistência muito superior ao de baixa pressão (BP). Existem dois tipos de laminados: o AP descrito acima e o BP que é o que vem revestindo os MDF. A diferença entre os dois tipos, além da resistência, é que no AP o marceneiro tem o trabalho de revestir o mobiliário e no BP não. A fórmica é vendida em chapas cuja dimensão mais comum é 308x125xcm x 1,3mm de espessura e são coladas sobre as superfícies a revestir com cola de contato. É um revestimento moderno e antialérgico indicado para diversas aplicações em móveis, paredes, pisos, divisórias, forros, fachadas e inúmeras outras. Tem durabilidade superior e tem mais resistência a impactos, manchas, calor e ao desgaste. Garante a estabilidade da cor e não amarela, não risca facilmente e não derrete em contato com panelas e água quente. Já foi mais comum na fabricação de móveis, mas atualmente tem sido menos utilizada devido à alta qualidade, praticidade e custo dos MDF melamínicos.
A laca de origem chinesa é uma resina transparente que, como outros tipos de vernizes é obtida a partir de plantas. São passadas diversas camadas de laca na superfície desejada e espera-se secar cada camada em local úmido, arejado e sem poeira. Depois é feito o polimento por diversas vezes até alcançar o resultado satisfatório. Devido ao tempo gasto e a lentidão do processo o custo de sua utilização é muito elevado, mas vale lembrar que é um ótimo acabamento e protege e impermeabiliza da corrosão e desintegração. A laca sintética, ou a laqueação, não tem nada a ver com a chinesa original e é uma tinta industrial cujo acabamento pode ser fosco ou brilhante e é aplicado com pistola. A laqueação não dá resistência ao móvel e tem apenas alguns benefícios, como fazer grandes móveis sem emendas e ter pintura uniforme e de bonito brilho. Existe também uma grande variedade de cores. Os pontos negativos da laqueação estão relacionados a manutenção. A laca lasca com facilidade, por isto a limpeza deve ser feita com cuidado e nunca com produtos abrasivos para que não apareçam riscos indesejados. Sempre haverá necessidade de realizar nova pintura.
A Teca ou Teka (Tectona grandis) é uma madeira originária das florestas tropicais do sudeste asiático e no Brasil obtida através de reflorestamentos. Ela tem sido bastante procurada devido à boa resistência quanto à tração, flexão e outros esforços mecânicos em relação ao seu peso, que é semelhante ao mogno brasileiro, e à característica de não apodrecer em contato com a água. É uma madeira estável, praticamente não empena, pouco se contrai durante a secagem, e resisti às variações de umidade do ambiente. Apesar de ser uma madeira bastante resistente, recomenda-se sua proteção com verniz, especialmente quando é exposta direta e continuamente ao sol ou ambiente de cozinha. Os painéis são feitos de ripas produzidas a partir da poda de mudas novas de Teka e secas em estufa para evitar empenamento. As ripas são unidas com cola de alta resistência que dispensa solvente e resiste à umidade. São prensadas no processo “mosaico”, ficando com a aparência final típica denominada de "tábua de corte". O comprimento destes painéis pode alcançar até 3,00m e espessuras de 16 até 48 mm. O painel de Teca pode ser usado para portas de passagem, pivotantes, tampos de mesa ou balcão, revestimentos de parede, embarcações, entre outras utilidades.
O OSB (da expressão inglesa Oriented Strand Board, em português Painel de Tiras de Madeira Orientadas) é um painel estrutural de tiras de madeira de reflorestamento organizadas na mesma direção, em diversas camadas, o que aumenta sua resistência mecânica e rigidez. Na fabricação do OSB, essas tiras são prensadas em camadas perpendiculares entre si e coladas com resina sob alta temperatura e pressão. Assim, ele fica bastante rígido, estável e resistente a impactos físicos e à umidade – porém, o material não é à prova d’água. Chapas com as duas faces revestidas com laminado plástico de alta pressão são desenvolvidas a partir de um painel de OSB. Essa placa oferece maior resistência superficial e estrutural, sendo ideal para uso em ambiente expostos a maior umidade e áreas externas sob chuva (umidade), vento e calor.. É um painel ecologicamente correto.
O MDP (Medium Desinty Particleboard / Partículas de Média Densidade) é um painel formado por três camadas de partículas de madeira, sendo as duas camadas externas de pequena gramatura e a interna de gramatura maior. O resultado final é um produto de grande resistência estrutural, pois as camadas externas, mais finas, são bastante compactas e homogêneas. É uma chapa de baixo custo e, segundo especialistas, uma evolução do aglomerado com tecnologia de última geração. É perfeito para projetos de linha reta, como caixas, prateleiras e portas, que não possuam cortes, entalhes, baixo relevo ou cantos arredondados. Não agride a natureza, pois utiliza madeira de reflorestamento, e é mais econômico. Quando for necessário utilizar pintura no acabamento o MDP não é a melhor solução, pois tem com característica a alta absorção de tinta. Esta mesma característica ajuda quando o assunto é umidade. O MDP absolve a umidade, mas a umidade preenche primeiro os espaços vazios para, em seguida, aumentar a espessura do painel, inchando menos que o MDF que chega a dobrar de espessura, por exemplo. Além de inchar menos, ele ainda possui uma taxa de retração quando a umidade cessa.
A madeira maciça é a própria madeira bruta em si, vinda das florestas onde o corte é permitido. A utilização deste tipo de madeira é restrita a móveis, esquadrias ou portas para ambientes externos, locais onde haverá umidade ou onde o móvel terá que suportar tensões maiores. Hoje em dia é preferível a utilização de lâminas de madeira naturais em MDF o que garante uma duração maior do material e ajuda na conservação das florestas e do meio ambiente.

SOLICITE UMA VISITA ATRAVÉS DO TELEFONE